Fundamentos Internacionais do Scrum Master

Steen Lerche-Jensen

6.1 O Sprint

O Sprint é o coração do Scrum. É uma iteração combinada curta, normalmente, com duas a quatro semanas de duração. Neste período, a equipe deve desenvolver um incremento de produto potencialmente utilizável. Quando um Sprint termina, um novo começa imediatamente.

Durante um Sprint, a equipe faz o planejamento, realiza reuniões diárias, executa o trabalho de desenvolvimento, incluindo testes, organiza a revisão (demonstração para as partes interessadas e o Dono do Produto) e a Retrospectiva  do Sprint.

Algumas regras devem ser seguidas durante o Sprint:

  • nenhuma alteração que coloque em risco a meta do Sprint é feita;
  • a qualidade dos objetivos não é reduzida;
  • o escopo pode ser esclarecido e renegociado entre o Dono do Produto e a equipe de desenvolvimento, conforme se aprende mais.

Um Sprint é como um projeto pequeno, que normalmente dura de duas a quatro semanas, nas quais a equipe precisa fazer um incremento funcional ao produto. O objetivo do Sprint é definido para a equipe saber o que projetar e desenvolver; um plano flexível de tarefas é montado para ajudar a criar o prometido incremento do produto. O trabalho de desenvolvimento, incluindo os testes, é feito e, no final do Sprint, o produto está pronto.

A razão pela qual um Sprint não deve ser maior do que um mês, é que se for muito longo, é bem provável que mudanças aconteçam, o sistema fique mais complexo e a probabilidade de risco no desenvolvimento do software aumente. Um Sprint curto garante que a equipe saiba o que construir e seja capaz de garantir a inspeção e a adaptação do trabalho que foi realizado em direção ao objetivo. Além disso, o custo do risco é limitado em um mês.

Um Sprint pode ser cancelado?

Uma breve resposta é - sim, um Sprint pode ser cancelado.

No entanto, apenas o Dono do Produto tem o poder de cancelar um Sprint. Claro que ele pode ser aconselhado por outras partes interessadas, como o Scrum Master ou a equipe, mas somente o Dono do Produto pode tomar a decisão final se um Sprint tiver que ser cancelado.

O cancelamento pode ocorrer se, de repente, a meta do Sprint ficar desatualizada e/ou não for mais um objetivo de negócio; sendo assim, não há necessidade de desenvolvimento contínuo. Isso pode acontecer se houver uma mudança na situação do mercado ou nas condições técnicas; nesse caso, não faz sentido continuar o atual Sprint. Na realidade, isso não acontece com frequência devido às iterações muito curtas dos Sprints, em que a maioria das empresas não olha adiante por mais de um mês.

Pode ser que alguns dos itens da lista de requisitos do produto estejam concluídos quando um Sprint é cancelado. Nesse caso, o procedimento normal é o seguinte: os incrementos são revisados e, se alguns deles forem utilizáveis, o Dono do Produto pode optar por aceitar a entrega menor. O trabalho que não foi concluído será recolocado e reestimado na lista de requisitos do produto.

Como mencionado acima, os cancelamentos não são comuns e podem ser difíceis para a equipe de desenvolvimento porque o compromisso com a entrega no Scrum é extremamente alto. Também é caro cancelar um Sprint, já que todos precisam se reagrupar em outra reunião de planejamento para iniciar um novo ciclo. Uma boa explicação do cancelamento é necessária à equipe de desenvolvimento, para que eles entendam o motivo e estejam totalmente comprometidos no próximo Sprint.

Use the promo code: smfacademy15 and get 15% discount for the International Scrum Master Foundation Certification