Fundamentos Internacionais Master Kanban

Steen Lerche-Jensen

2.6. Descrição de um cartão Kanban e como usá-lo

Todas os cartões constituem uma tarefa ou área de trabalho, que requer intensidade na execução. Usar os limites de progresso, fornece sinais visuais de quando a capacidade para executar as tarefas dos cartões está acessível.

Os cartões podem ser sombreados de maneiras diversas para representar diferentes tipos de itens de trabalho, classes de serviço ou propriedades diferentes. As cores dos cartões em um quadro eletrônico representam diferentes itens de trabalho.

Os cartões são de natureza progressiva, portanto, na maioria das atividades que executa, você tem hierarquias de trabalho:

  • Os projetos são divididos em etapas e tarefas.
  • Os portfólios têm programas que progressivamente têm projetos.
  • Épicos têm histórias que têm tarefas.

Kanban Method

Você pode criar essas hierarquias usando os cartões. Isso pode ser feito através da definição dos níveis de programa que são divididos em cartões do projeto, que podem ser ainda mais desintegrados em tarefas. Você também pode configurar um grupo hierárquico de cartões por Temas, Épicos e Histórias de usuários em uma configuração do Scrum.

Os cartões são basicamente interpretados pelo tipo de atividade que a equipe realiza. Como se o grupo de desenvolvimento tivesse três tipos diferentes de cartões; para bugs, problemas e solicitações de mudança.

Além da identificação por cores, os cartões podem conter vários estímulos e atributos visuais que fornecem informações sobre o trabalho que está sendo feito e seu status. Como o cartão abaixo:

Essas são as tarefas básicas para configurar um quadro do Kanban

Kanban Method