International Product Owner Foundation

Steen Lerche-Jensen

12 Criando um Backlog da Sprint

12.1 Backlog da Sprint

A lista de tarefas a ser executadas pelo Time Scrum na próxima Sprint é chamada de Backlog da Sprint. 

É uma prática comum que o Backlog da Sprint seja representado em um quadro Scrum ou quadro de tarefas, que fornece uma representação constantemente visível do status das User Stories no backlog. Também estão inclusos no Backlog da Sprint o risco associado à várias tarefas. Quaisquer atividades mitigadoras para lidar com os riscos identificados também serão incluídas como tarefas no Backlog da Sprint.

Uma vez que o Backlog da Sprint for finalizado e confirmado pelo Time Scrum, não devem ser acrescentadas novas User Stories. Se novos requisitos surgirem durante a Sprint, eles serão acrescentados no Backlog do Produto Priorizado geral e inclusos numa Sprint futura.

Exemplo de Backlog da Sprint

12.2 Gráfico de Burndown da Sprint

O Gráfico de Burndown da Sprint é um gráfico que retrata a quantidade de trabalho numa Sprint em curso. Um Burndown planejado acompanha o Gráfico inicial de Burndown da Sprint. O Gráfico de Burndown da Sprint deve ser atualizado ao final de cada dia de trabalho completo. Ele mostra o progresso que deve ser feito pelo Time Scrum e permite a detecção de estimativas que possam estar incorretas. Se o Gráfico de Burndown da Sprint mostra que o Time não está no caminho de finalizar a Sprint a tempo, o Scrum Master deve identificar quaisquer obstáculos ou impedimentos para a finalização bem sucedida e removê-los.

Um gráfico relacionado é um Gráfico de Burnup da Sprint. Diferentemente do Gráfico de Burndown da Sprint, que mostra o montante de trabalho faltante, o Gráfico de Burnup da Sprint demonstra o trabalho completo como parte da Sprint.

Examplo de Gráfico de Burndown da Sprint

O Backlog da Sprint inicial define o ponto de partida dos esforços restantes. Estes esforços de todas as atividades são coletados diariamente e adicionados ao gráfico. No início, geralmente a performance não é tão boa quanto o esperado pelo índice ideal do burndown por conta de estimativas erradas ou impedimentos que precisam ser removidos para que se tenha a velocidade máxima.

12.3 Velocidade da Sprint

A Velocidade da Sprint é um índice no qual o time pode completar o trabalho numa Sprint. Ela é expressa normalmente nas mesmas unidades as quais são utilizadas para estimativas, geralmente pontos de story e tempo ideal. Um recorde de Velocidade da Sprint feito pelo time em cada Sprint é mantido e usado como referência em Sprints futuras. A velocidade da Sprint anterior torna-se o fator mais importante para determinar a quantidade de trabalho o qual o time pode se comprometer na Sprint subsequente. Quaisquer mudanças na situação ou condições desde a última Sprint são contabilizadas para garantir a estimativa precisa da Velocidade na próxima Sprint.

Geralmente, a velocidade permanece um pouco constante durante o desenvolvimento do projeto, o que faz disso uma métrica útil para estimar quanto tempo o time levará para completar o projeto de desenvolvimento de software. Se o Backlog do Produto tem 300 pontos de story, e o time está fazendo em media 30 pontos por sprint, pode-se estimar que os membros do Time precisarão de mais 10 sprints para completar o trabalho. Se cada sprint durar duas semanas, então o projeto durará mais 20 semanas. Se um membro do time é movido para outro projeto, no entanto, ou novos membros são adicionados – a velocidade deve ser recalculada.

Exemplo de um gráfico de Velocidade da Sprint

Use the promo code: pofacademy10 and get 10% discount for the International Agile Product Owner Foundation Certification